Faça sua busca:

Matias Barbosa dá início a imunização contra Influenza nesta segunda-feira

De acordo com determinação do Ministério da saúde (MS), Matias Barbosa e demais municípios em todo o país devem iniciar nesta semana, a imunização contra Influenza, popularmente conhecida como a vacina da gripe. A vacinação será realizada em etapas, com atendimento ao público nos Postos de Saúde da Família (PSFs).


Nesta segunda-feira,12, o Departamento de Saúde do município inicia a imunização de crianças entre 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), profissionais de saúde que trabalham nos serviços de saúde públicos e privados, gestantes, puérperas. O trabalho acontece até o dia 10 de maio. Matias Barbosa recebeu 390 doses para dar início a campanha.

O PSF do Centro terá um posto volante próximo a unidade, na travessa João de Castro, nº 99, para evitar o fluxo entre pacientes suspeitos com Covid-19 e público que será vacinado. Os PSFs de Cedofeita, Banheirinho e Monte Alegre farão a vacinação nas próprias unidades, porque possuem acessos diferentes para atendimento.


A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza ocorrerá entre os dias 12 de abril e 9 de julho de 2021. Os próximos grupos a serem imunizados serão professores da rede pública e privada, idosos com 60 anos ou mais. Além disso, terão direito à imunização nesse período profissionais das Forças Armadas e de Segurança e Salvamento, pessoas com comorbidades (com indicação médica) e caminhoneiros.

 


Objetivos e demais informações da campanha


A vacina oferecida para à população será trivalente, ou seja, protege contra os três tipos principais do vírus influenza em circulação: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. O objetivo neste ano é vacinar 90% dos públicos-alvos.


A campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Assim, é importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19 para pessoas contempladas no grupo prioritário para a influenza e que ainda não foram vacinadas contra o coronavírus. Nestas situações, deve-se agendar a vacina influenza, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.


Em relação à contraindicação, a vacina não é recomendada para menores de 6 meses e pessoas com histórico de alergia grave a ovo. A vacinação será ministrada em dose única, e pode ser recebida com qualquer outra vacina do calendário de imunização. Para quem foi contaminado pelo coronavírus (Covid-19) deve-se aguardar 30 dias após início dos sintomas para receber a vacina da influenza.


Os pais devem levar o cartão de vacina das crianças a serem imunizadas. A vacinação contra a influenza possibilita a prevenção e o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

dusuk hapi klima servisi