Faça sua busca:

Prefeitura de Matias Barbosa revoga pontos facultativos do Carnaval

 

A Prefeitura de Matias Barbosa revogou os pontos facultativos durante o carnaval de 2021. A decisão vai de encontro com as medidas adotadas para a diminuição dos índices de contaminação e letalidade decorrentes da Covid-19 no município.

 

O ponto facultativo corresponde aos dias 15 a 17 da festividade onde normalmente ocorrem aglomerações e viagens programadas, segunda-feira (véspera de carnaval), terça-feira (carnaval) e quarta-feira (quarta-feira de cinzas), respectivamente.

 

O Departamento de Saúde contabilizou, até o momento, 713 casos confirmados desde o início da pandemia, com 16 óbitos. Em vídeo publicado em janeiro no canal do YouTube da Prefeitura e redes sócias, a diretora do departamento, Luiza Helena Souza, havia feito o alerta sobre o aumento de número de casos do novo coronavírus.

 

O aumento de notificações ocorreu após os feriados de Natal e Réveillon. Com a redução de feriados, a Prefeitura pretende estimular a manter as pessoas na cidade, evitando aglomerações, e com isso a sobrecarga no sistema de saúde.

A iniciativa está sendo adotada por outros municípios no Brasil. A medida tem como base orientações dos setores epidemiológicos, além de que fatos recentes evidenciaram que feriados prolongados serviram de oportunidade para turismo de lazer, com viagens para regiões de aglomeração e contato com pessoas potencialmente contaminadas pela Covid-19.

 

A Prefeitura tem um canal exclusivo para denúncias de aglomerações. O contato deve ser realizado via mensagem pelo aplicativo de mensagens WhatsApp (32) 99825-8478.

 

Decreto Municipal 

 

Em 28 de janeiro foi publicado o Decreto Nº.728, que dispõe sobre o cancelamento das festividades do Carnaval no município em função das medidas preventivas de enfrentamento à pandemia. 

 

No documento, o chefe do executivo, no uso das atribuições legais, decreta o cancelamento das festividades de Carnaval em ambientes público ou privado. A iniciativa tem como base dados epidemiológicos do município e da macrorregião Sanitária Sudeste de Minas Gerais.

 

A realização dos eventos, comemorações e demais atividades que violem o decreto e protocolo sanitário, serão penalizadas. A multa para essa infração é de R$ 5 mil. 

 

O documento destaca a proibição ao consumo de bebidas alcoólicas em bares, padarias, lanchonetes, supermercado e afins, incluindo as proximidades num raio de 50 metros, bem como em quaisquer áreas públicas. 

 

A locação de imóveis como granjas e chácaras para eventos particulares, além de encontros familiares, também foi vetada pelo decreto, independentemente do número de pessoas. 

 

O decreto tem o respaldo de leis federais e portaria Internacional relacionada ao enfrentamento da Covid-19.

dusuk hapi klima servisi